Nova forma para cobrança de Sedex dos Correios

Em Abril ficamos sabendo do novo tipo de cobrança dos correios, que agora passa a ser por cubagem (centímetro cúbico), como já é feito no PAC.  Isso deixou muitas dúvidas de como calcular nossas encomendas e até onde iria alterar os valores cobrados, por isso entramos em contato com nossa agência de postagem e recebemos algumas informações sobre a nova forma de cobrança.

Também na última semana em contato com diversos clientes da duoo, que realizam postagens frequentemente, muitos levaram um susto no pagamento com novo sistema de cobrança. Sendo assim estamos publicando parte do e-mail recebido para que todos tirem suas dúvidas e acabem evitando prejuízos na hora de calcular o frete.

Lembramos também, que se você possui uma loja virtual com cálculo de Frete automático, verifique com o administrador se o seu sistema está atualizado para as novas mudanças, ou ainda se possui uma loja Elo7, o calculador de encomendas dos Correios, agora também exigem as dimensões para cálculo do Sedex.

Postagem Individual:
a) Medir as dimensões do objeto (comprimento, largura e altura), em centímetros;   
b) Calcular o volume do objeto (comprimento x largura x altura);   
c) Se o resultado da multiplicação for menor do que 30.000 cm³:
* Pesar a encomenda;   
* Cobrar o peso real observado na balança.   
d) Se o resultado da multiplicação for maior que 30.000 cm³:   
* Dividir o resultado por 6000 cm³ para obter o peso cúbico;
* Pesar a encomenda;   
* Comparar o peso cúbico com o peso real e escolher o de maior peso;   
* Precificar pelo maior resultado entre o peso cúbico e o peso real.   

Exemplo 1:
Um objeto pesando 4,76 kg e medindo 38 cm de comprimento, 30 cm de largura e 20 cm de altura terá seu preço determinado da seguinte forma:

* Calcular o peso cúbico;   
* Volume = 38 x 30 x 20 = 22.800 cm3, portanto inferior a 30.000 cm³;   
* Precificar pelo peso real da balança = 5kg.

Exemplo 2:
Um objeto pesando 7,76 kg e medindo 45 cm de comprimento, 38 cm de largura e 30 cm de altura terá seu preço determinado da seguinte forma:

* Calcular o peso cúbico;   
* Volume = 45 x 38 x 30 = 51.300 cm³, portanto superior a 30.000 cm³;   
* Dividir o volume = 51.300 / 6000 = 8,55, ou seja, 9 kg;   
* Pesar o objeto (peso real da balança) = 7,76 kg;   
* Será cobrado o maior dos dois pesos, ou seja, o peso cúbico de 9 kg.
Gostou desse post?
Assine o nosso Feed RSS, siga-nos no Twitter, ou simplesmente nos recomende a seus amigos!

3 comentários:

  1. Obrigada amigos! Foi uma ajuda imensa!Estava difícil de entender o calculo deles.Bjs

    ResponderExcluir
  2. Putz..
    quem envia alguma coisa grande e leve então..
    vai ter que pagar um valor bem maior !!.
    odiei essa nova forma de cobrança..
    só para os correios faturarem mais.,
    se ao menos o serviço fosse ágil e perfeito..

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho problemas com os Correios e não me calo!!!
    Sou advogada e artesã e hoje graças ao e-commerce (lojinha virtual) sou muito mais artesã que advogada, mas há momentos em que não é possível calar o lado advogada e foi por isso que decidi abrir um movimento contra os Correios, ou na verdade contra a má prestação de serviços dos Correios.
    Há tempos venho tendo problemas com as entregas das minhas encomendas...
    OK, uma vez ou outra tudo bem, sem problemas. Ocorre que agora os problemas têm sido diários e realmente se tornam problemas com P maiúsculo e acredito que muitos usuários e consumidores estejam passando pelos mesmos problemas.
    São entregas não realizadas, realizadas com atraso, reembolsos pelo serviço mal prestado que não são feitos, ausência de respostas às reclamações formais ao Correio e agora uma fórmula “mágica” chamada cubagem para o Sedex, onde os valores das postagens são calculados pelo peso e pelo tamanho das embalagens, o que seria indiferente se eles não tivessem aumentado o valor do sedex (dependendo da região e peso do produto) em até 100%. E esses 100% de aumento ocorreram em encomendas minhas, há na internet quem diga que isso chegue a 300%...
    É uma afronta...tomarei as medidas cabíveis junto à Justiça, ao PROCON e ao Ministério Público Federal, mas não acho isso suficiente.
    Não tinha intenção em alardear, pois no final isso gera desconfiança do cliente, mas não há como calar, pois o cliente receber seu produto atrasado também gera incômodo e desconfiança da mesma forma. Daí, decidi iniciar uma campanha para melhorias nos serviços dos Correios e porque não?
    Acredito que muitos usuários como eu utilizem os serviços dos Correios para suas entregas e não por escolha apenas, mas por falta de outras opções.
    E sendo assim como calar diante da má prestação de serviço dos Correios?
    Hoje a internet e seu e-commerce geram emprego, movimentam muito dinheiro e são sim um super veículo de pressão popular.
    Por isso se você tem problemas com os Correios, divulgue esse movimento, deixe um recadinho, deixe sua mensagem de protesto e isso vale para quem compra, para quem vende e para quem usa pois somos todos prejudicados...
    Divulgue as reclamações; leve ao conhecimento de todos.
    Segue link do abaixo-assinado onde estamos pedindo providências imediatas e eficazes:
    http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2011N9574

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados e não aparecerão imediatamente no blog. Comentários sobre informações de pedidos podem ser respondidos mais rápidamente se realizados através de nosso e-mail de atendimento disponível no site duoo.com.br

Topo